domingo, 31 de janeiro de 2010

O Orquidário ficou mais lindo, querida Leinha!


Marcadores:

O Fim da Escuridão

clica na imagem vai, e assista ao trailer do filme

A primeira coisa que sentimos é um estrondo enorme,um tiro de escopeta que escurece a almada gente. É um soco no estômago logo no comecinho do filme.E a escuridão chega. É época de luto, mas também de vingança.
Mas que atuação magistral de Mel Gibson, cujos olhos exprimem toda a tristeza do mundo nesse longa metragem de tirar o fôlego e de cortar o coração da gente.
Mas que filme danado de real, onde o politicamente correto cede lugar à dura realidade, onde imperam a ganância e a crueldade . Todavia no final, ainda existe um par de olhos azuis que,
mesmo de luto, teimam em dar fim à escuridão.
Finalmente, há luz no final do túnel,
e com ela a paz,
tão esperada para esses olhos azuis.

Karla Julia

Marcadores: ,

Um de meus pintores preferidos



"My Paintings of Buddha"
Buddha 10- by Narender Mehta

Marcadores:

clica na imagem vai ,e assista a uma entrevista com Chanel,
por mais que tentem , nunca haverá outra igual
"Vista-se mal e notarão o vestido. Vista-se bem e notarão a mulher"
Coco Chanel(1883-1971) estilista francesa

Marcadores:

Um pouco mais de classe com Chanel

Marcadores:

quarta-feira, 27 de janeiro de 2010

Meus Artesanatos - Quadro -

by Karla Julia

Marcadores:

AS ONZE BOLSAS MAIS CARAS DO MUNDO


10ª -- Nancy Gonzalez Porousus

R$63.360,00 - feita de peles e couros exóticos.

Marcadores:

quinta-feira, 21 de janeiro de 2010

Você sabe o que é uma Sheikha ?



Rica, bonita, inteligente e elegante!

Senhoras e senhores, pela primeira vez no Brasil,
Sua Alteza Real Mozah bint Nasser Al Missned, Sheikha do Qatar.

KJ

Marcadores:

AS ONZE BOLSAS MAIS CARAS DO MUNDO


11ª -- Marc Jacobs Carolyn Crocodile

R$63.360,00 - é feita de couro roxo de crocodilo

Marcadores:

terça-feira, 19 de janeiro de 2010

Um Certo Verão na Sicília




Nesse delicioso livro, a jornalista americana Marlena de Blasi parte em busca de personagens para uma matéria sobre a região do interior da Sicília e acaba descobrindo a misteriosa Villa Donnafugata.

A autora passa acaba conhecendo a história da misteriosa proprietária, a signora Tosca Brozzi, que vive no lugar há mais de trinta anos.

O livro também nos oferece um retrato da região e várias curiosidades sobre a colheita com seus rituais que datam de épocas remotas.

Uma leitura super interessante, que nos faz presos às folhas do livro como se estivéssemos realmente naquela maravilhosa Villa participando dos almoços ao ar livre e ouvindo as canções dessa região tão interessante - terra ainda habitada por deuses, que ouvem seus habitantes.

Karla Julia

Marcadores:

-Avatar-


clica na imagem, vai e veja o site oficial do filme

O que dizer de um filme lindo, em todos os sentidos?
Pandora,
Pedaço de paraíso assolado pela ganância do ser humano.
Onde a honra e a terra de seus antepassados é coisa sagrada.
Assim como a palavra dada.
"Those savages are very hard to kill"
KJ

Marcadores:

Amanhã fico triste...amanhã !
Hoje não....hoje fico alegre !
E todos os dias,
por mais amargos que sejam, digo:
Amanhã fico triste, hoje não...!

"Poema encontrado em língua yiddish na parede
de um dos dormitórios de crianças do Campo
de Externínio Nazista de Auschwitz."
*Autor desconhecido*

Marcadores:

segunda-feira, 18 de janeiro de 2010

De minha querida Queen of Hearts, um Orquídea esculpida em papel !Thank you Your Highness

Marcadores:

segunda-feira, 11 de janeiro de 2010

Outra obra-prima desse mestre da fotografia, Cesar Andrade!

Marcadores:

sábado, 9 de janeiro de 2010

Ikebana

Ikebana, by Karla Julia

Marcadores:

Você e Eu


O amor aconteceu...depois de tantas presunções
acertos, erros e tropeços, desmaios mesmo,
enfim, acredito na força da sua pegada,
que me deixou um futuro composto por nós dois.

Como se já não bastasse esse presente que dia-a-dia me oferece
presente macio, que é sua presença atenta e forte
você acena-me com um futuro de encontros
de tantas possibilidades quantas forem nossas cumplicidades .

Futuro de tato, toques e espaços definidos
onde me aconchego dengosa em seus braços
sabendo que posso dormir tranqüila, segura
você é minha luz e nesse exato momento estou em suas mãos

literalmente...
inevitavelmente...

Karla Julia

Marcadores:

sexta-feira, 8 de janeiro de 2010

RARIDADE!

Vale a pena ouvir os sucessos do ano que marcou nossa vida.

QUE MÚSICA ESTAVA TOCANDO NO ANO EM QUE VOCÊ NASCEU?

Clique no ícone antes do nome da música e ouça

Vale a pena guardar e ouvir...uma boa musica !

100 musicas (DVD) mais ouvidas de 1904 até 2008


http://www.planetarei.com.br/100anos/index.htm

Marcadores:

Arte com com palitos de dentes








Marcadores:

Pensamento do dia

"Quem me vê sempre parado, distante
Garante que eu não sei sambar
Tou me guardando pra quando o carnaval chegar "


Chico Buarque

Marcadores:

segunda-feira, 4 de janeiro de 2010

Elisa Lucinda e Rubem Alves - A Poesia do Encontro




Pois bem, acabei de ler esse livro que é um verdadeiro tesouro. Um verdadeiro encontro" mágico" entre Elisa Lucinda e Rubem Alves. Escrito em forma de diálogo, eles falam de Poesia como arte do Encontro, e é, realmente, vis-ce-ral-mente. Quando o Poeta tem o "dom" e encontra um leitor que o compreende, que sente em seu coração as palavras que ele escreveu vivas, respirando, chorando, sangrando, sorrindo, amando. A Poesia é realmente a arte do Encontro, é Liturgia, é caso sério , quem vive esse encontro jamais o esquece, é eterno . Clique na imagem do livro acima , que vem com um DVD com parte desse maravilhoso diálogo entre esses 2 seres iluminados pela paixão em comum pela Poesia.


Karla Julia

Marcadores:

Quando te vi amei-te já muito antes.
Tornei a achar-te quando te encontrei.
Nasci pra ti antes de haver o mundo.
Não há cousa feliz ou hora alegre
Que eu tenha tido pela vida fora,
Que o não fosse porque te previa,
Porque dormias nela tu futuro.



E eu soube-o só depois, quando te vi,
E tive para mim melhor sentido,
E o meu passado foi como uma 'strada
Iluminada pela frente, quando
O carro com lanternas vira a curva
Do caminho e já a noite é toda humana.



Quando eu era pequena, sinto que eu
Amava-te já longe, mas de longe...


Amor, diz qualquer cousa que eu te sinta!
-Compreendo-te tanto que não sinto,
Oh coração exterior ao meu!
Fatalidade, filha do destino
E das leis que há no fundo deste mundo!
Que és tu a mim que eu compreenda ao ponto
De o sentir...?



Fernando Pessoa

Marcadores:

sexta-feira, 1 de janeiro de 2010

O Orquidário ficou mais lindo, querida Leinha!

Marcadores: